O que fazer com a pele irritada após a depilação com lâmina?

25/04/2022 Publicado por: Marketing Espaçolaser

Quem nunca ficou com a pele vermelha, coçando e/ou com pequenas foliculites após a depilação com lâmina, não é mesmo? Esses são alguns dos efeitos colaterais mais comuns para aquelas pessoas que optam por esse método de depilação. 

E não tem jeito: independente da forma que você faça, a depilação com lâmina sempre vai deixar a pele sensível no pós. Embora seja mais rápida e prática, a lâmina pode trazer alergias para a pele que permanecem por alguns dias e, em alguns casos, precisam da avaliação de um dermatologista.

Porém, se você ainda é adepto(a) a esse método e desejar reduzir os danos das alergias, saiba o que fazer com a pele irritada após a depilação com lâmina.

Recomendamos, de toda forma, que você procure um dermatologista para examinar a pele e passar o tratamento mais adequado. 

1. Limpe bem a pele 

Toda depilação requer cuidado com a pele, seja qual método você escolher, porque remover os pelinhos é um processo que agride um pouco - vale lembrar que os poros estarão abertos logo após a remoção. No caso de vermelhidão, indicamos o uso de água micelar ou sabonete suave para neutralizar as regiões mais afetadas com as alergias.

2. Não use produtos à base de álcool, e sim de aloe vera

Evite todo e qualquer tipo de produto que contenha ácido ou álcool em sua composição. Esses componentes tornam a pele mais propícia a alergias por conta do aumento da sensibilidade.

Entretanto, o aloe vera (muito chamado também de babosa) é um ótimo companheiro no pós-depilação por ser conhecido como uma substância que tranquiliza a pele e age como um anti-inflamatório poderoso e regenerador.

3. Prefira roupas leves e folgadas

Esqueça os jeans e as camisas justas durante esse processo. O tipo de roupa que você veste fala muito sobre como sua pele vai reagir à depilação. Por isso, é recomendado que se utilize as mais leves para prevenir irritações em partes bem sensíveis do corpo, como a virilha e as axilas.

4. Use protetor solar para evitar manchas (independente do método de depilação)

O protetor solar salva a gente em todos os momentos - e não seria diferente na depilação. Depois de remover os pelos, recomendamos que deixe a praia e a piscina de lado por alguns dias e cuide da pele o máximo possível por causa dos raios ultravioletas, que podem formar manchas escuras na pele.

Tanto na depilação com lâmina, cera ou a laser, fazer o uso do protetor solar antes e depois de qualquer método é sempre uma ótima pedida, ainda mais porque a pele estará sensível durante alguns dias.

5. Opte pela depilação a laser, a menos agressiva

Entre os três métodos de depilação mais utilizados no mundo, a depilação a laser é a que traz o melhor custo x benefício não só para você como também para a sustentabilidade do planeta. O laser é um método sustentável, pois é o que menor gera resíduos que são descartados no meio ambiente.

Além de ser mais mais eficaz e menos incômoda do que, por exemplo, a cera, os resultados do laser são progressivos e perceptíveis desde as primeiras sessões. A pele adquire uma textura macia e visualmente mais bonita, e em muitos casos os pelos já começam a desaparecer com poucos dias depois da primeira sessão. A depilação a laser é a mais duradoura também: os pelos atingidos pelo laser dificilmente voltarão a crescer. 

Se você quer começar a fazer depilação a laser, escolha um de nossos pacotes aqui pelo site. Você adquire seu tratamento online, com toda a comodidade, e realiza as sessões na unidade Espaçolaser de sua preferência, em qualquer parte do país. 

E se você ainda não testou a depilação a laser e quer conhecer, clique aqui e experimente 3 sessões grátis nas axilas ou faixa de barba (válido para novos clientes).

Curtiu nossas dicas e ainda quer conhecer mais sobre a depilação a laser? Acompanhe mais posts no nosso blog!

Voltar

Cadastre-se e receba nossas novidades por e-mail.